Arquivo da tag: sabonete natural

Semana da Saboaria Natural

Começa hoje a Semana da Saboaria Natural! Um workshop 100% online e gratuito onde eu te mostro o passo a passo de como você também pode produzir um sabonete natural maravilhoso quase tudo com o que você já tem em casa, na sua cozinha. Participe inscrevendo-se neste link. Te espero lá!

Produção THE BLACK SOAP

Anteontem teve produção do Black Soap, um dos maiores hits da SACHI! Esse sabonete, ou você ama, ou você odeia, hahaha. Mas quem ama, fica praticamente dependente 😀

Sinergia de puros óleos essenciais de Cedro Atlas, Ylang Ylang e Laranja Doce.

Sinergia de puros óleos essenciais de Cedro Atlas, Ylang Ylang e Laranja Doce.

E hoje foi o dia de corte. Eu costumo deixar a massa umas 36 horas nas fôrmas antes de desenformar e cortar em barras.

Corte do Black Soap.

Corte do Black Soap.

Agora as barras ficarão dormindo no escurinho para secar e maturar, durante 4 semanas. Só então são embaladas e colocadas na loja online. Mas garanto que vale a pena esperar!

sabonete Pracaxi & Jojoba

Dezembro é um mês que eu nunca consigo produzir sabonetes por causa do imenso trabalho que tenho para atender as vendas de final de ano. Por isso, me planejo em outubro e novembro para produzir o máximo que posso para garantir que a loja online não fique sem sabonetes. Como muitos dos leitores sabem, um lote de sabonete demora um mês para ficar pronto, contando o seu tempo de maturação de 4 semanas. Por isso, o planejamento tem que ser super bem feito. O trabalho duro compensou e consegui ter um estoque que durou todo o mês de janeiro, mesmo sem ter produzido em dezembro. Só que agora acabou tudo, neste final de semana. Não tem mais nenhum sabonete.

E olha que sorte a minha; o primeiro lote que eu produzi este ano, foi no dia 2 de janeiro, que acaba de passar pelo seu período de 4 semanas de maturação e foi emabalado hoje. Então amanhã já posso colocar esse novíssimo sabonete na loja. Sim, ele é novíssimo até na fórmula. É uma nova receita que desenvolvi, pensando nos cabelos.

pracaxijojoba2

O sabonete Pracaxi & Jojoba foi elaborado reunindo alguns dos ingredientes mais benéficos para os cabelos que tem. O óleo de pracaxi, é um óleo extraído da semente da árvore amazônica de pracaxi, que “contém a mais alta concentração conhecida do ácido beênico (19%), que é 6 vezes maior do que a do óleo de amendoim, que é extraído e empregado na indústria cosmética, em produtos de maquiagem e para os cabelos devido as suas excelentes propriedades umectantes”, segundo a Amazon Oil. Esse óleo age como um silicone natural, deixando uma fina camada protetora e hidratante nos fios e na pele. Fiz há um tempo, um post detalhado sobre o óleo de pracaxi, vale a pena dar uma lida. É realmente um óleo fantástico para os cabelos e a pele.

IMG_8776

O óleo de Jojoba, que na verdade não é um óleo e sim uma resina líquida, também é um ingrediente bastante difundido em formulações para tratamento capilar. Antes de conhecer o óleo de pracaxi, eu usava o óleo de jojoba puro nas pontas do cabelo para hidratar. Como o seu preço é muito alto e é importado, comecei a dar preferência para o pracaxi e outros óleos amazônicos para o meu uso pessoal. Mas achei que ficaria interessante adicionar o jojoba nesse sabonete / shampoo em barra para fazer uma boa sinergia com o óleo de pracaxi, aumentando ainda mais o poder hidratante e condicionador dos cabelos.

Para aromatizar essa barra, escolhi óleos essenciais que também contribuiriam para tratar os cabelos. Os óleos essenciais de ylang ylang e de alecrim são tônicos capilares. O de limão é antiséptico. Uma sinergia capilar incrível para um shampoo em barra.

IMG_8777

Mas não precisa se limitar ao cabelos. O bom é que você pode usar essa mesma barra da cabeça aos pés, inclusive no rosto. Não é maravilhoso poder levar apenas uma barrinha de sabonete na necessaire de viagens, no lugar de um sabonete para o corpo, um produto para lavar o rosto e um outro frasco de shampoo? Pode até cortar a barra num tamanho menor para viagens curtas. Praticidade é tudo! E isso sem diminuir a qualidade, muito pelo contrário!

IMG_8780

IMG_8786

pracaxijojoba4

Cristal de Quartzo em pó

cristal de quartzo moido

Este é o Cristal de Quartzo moído em micro pó, bem fininho. Sim, é aquele cristal, que é utilizado para fabricar relógios, mas também para fins terapêuticos, limpezas energéticas e outros tipos de cura que envolvem energias sutis, imperceptíveis aos sentidos comuns.

O sabonete Cristal de Quartzo da SACHI foi feito com este pó. Considero o sabonete mais energizante de todos que produzo, talvez ao lado do Sal Rosa do Himalaia. Sabia que você pode programar a energia que você quer no cristal de quartzo?

Não é perfeito para o banho desta passagem do ano?
Saiba mais aqui.

sabonetecristaldequartzo

sabonete Argila Branca da Amazônia

IMG_85441Criei um novo sabonete, o Argila Branca da Amazônia! Já falei aqui várias vezes que eu amo argilas de todas as cores e origem e uso regularmente para cuidar da minha pele. Faço máscaras faciais e do pescoço semanalmente.

IMG_85371

E claro, uso muito para fazer sabonetes também, já que são tão benéficas para a pele. Já fiz sabonetes de Argila Verde, Argila Rosa, Argila Dourada, Argila Roxa, Argila Preta e Argila Vermelha. E também com a Ghassoul, uma argila do Marrocos muito especial. Mas nunca tinha feito com essa argila branca da Amazônia.

IMG_85381

Vamos ver o resultado daqui a 4 semanas, o seu tempo de maturação. Sua fragrância foi criada com uma sinergia de puros óleos essenciais de cedro e patchouli. Quis criar um aroma bem terroso e amadeirado.

IMG_85311

sabonete Andiroba Citrus

No post anterior, eu expliquei como a minha vida estava recheada de assuntos diversos e que voltarei a postar com mais frequência, mas não necessariamente só sobre sabonetes.

Mas hoje vai um pequeno post sobre a minha última produção, o sabonete Andirobra Citrus. Esse é um dos meus favoritos!

A produção sempre começa com a confecção do aroma, ou seja, misturar os óleos essenciais e criar uma sinergia, como é chamada na Aromaterapia. É uma das partes mais interessantes de se fazer, pois a partir de dois ou três óleos essenciais diferentes, é possível criar um aroma totalmente novo e singular. Pode resultar em algo fantástico, mas se houver algum desequilíbrio ou falta de afinidade entre um óleo essencial e outro, pode vir a ser um desastre!

Aqui, é uma sinergia de limão tahiti, laranja doce e ho wood. Eu, particularmente, gosto muito e acho que a madeira, além de servir como fixador, aprofunda os cítricos, que tendem a ter uma leveza um pouco excessiva.

sinergia de óleos essenciais

sinergia de óleos essenciais

Este é o óleo de andiroba que acabou de chegar do Pará. É um óleo com uma textura bem viscosa, densa.

óleo de andiroba

óleo de andiroba

E estas são as cascas de laranja. Lindas né? Elas enfeitam o sabonete e também servem como um exfoliante ativador da circulação.

cascas de laranja

cascas de laranja

Abaixo são todos os óleos derretidos, misturados e na temperatura certa para iniciar a saponificação. Além do óleo de andiroba, contem óleo de palma, óleo de palmiste e manteiga de cupuaçu. É um sabonete ultra hidratante e cremoso.

Image

No final, entram os óleos essenciais e as cascas de laranja.

Image

Já nos moldes.

Image

Image

36 horas depois, são desenformados e cortados em barras.

Image

Image

Image

Image

As barras ficam no escuro durante 4 semanas antes de serem embaladas. Esse lote foi feito no dia 15/04.

soap #20 Ucuúba & Açaí • 6

Esse é o sexto lote que produzo desse sabonete Ucuúba & Açaí. De lote em lote, fui mudando algumas coisinhas, mas basicamente é o mesmo sabonete. 

Image

A primeira coisa que se faz, é produzir a sinergia de óleos essenciais, que é a fragrância do sabonete. A desse sabonete é feita com óleos essenciais de patchouli, capim-limão e salvia esclareia. A foto de cima mostra o óleo de patchouli, que é o mais denso, lá no fundo. Bonito, né? 

Esta é a manteiga de ucuúba, uma planta amazônica. Para saber mais sobre essa manteiga, dá um pulo no meu post sobre o primeiro lote desse sabonete. 

Image

E esse é o açaí em pó. O açaí é super antioxidante, como dá para ver na sua cor, igual à do vinho tinto. 

Image

Aqui é o azeite de oliva extravirgem, um dos melhores óleos para se fazer sabonetes.

Image

E aqui já é a massa saponificada com todos os ingredientes, momentos antes de ser colocada nas fôrmas. 

Image

Já nas fôrmas, essa massa descansa no escuro e no quentinho durante no mínimo 24 horas para completar seu processo de saponificação e endurecer.  

Image

Image

Image

Essa produção é do dia 12/04 e estará disponível na loja online por volta do dia 11/05 😉

 

 

 

 

soap #48 The Black Soap

Eu acho que ainda não fiz nenhum post sobre o sabonete mais concorrido da SACHI, o The Black Soap. Essa produção é de anteontem, dia 10/03. Aguardem mais 4 semanas para encontrá-lo na loja online 😉

O óleo de castanha-do-pará é o principal óleo desse sabonete, produzido também com os de palma, palmiste e rícino.

Image

Ele é feito com carvão de bambu japonês. O bambu é uma planta muito importante no Extremo Oriente, por representar o velho e o novo ao mesmo tempo, a juventude eterna e a longevidade, porque mantem-se intacto e com aspecto de novo ao longo de sua vida. Além de ter esse significado, ele ainda é usado como barreira contra o mal, pois acredita-se que o bambu neutraliza as vibrações nocivas.

Image

Image

O carvão de bambu tem propriedades bactericidas e é muito utilizado para purificar o ar e a água, como produto anti-mofo e anti-odor.

Image

Para os cuidados da pele, o carvão de bambu exerce também um papel muito importante, principalmente para peles oleosas e acnéicas. Ele contem importantes minerais como cálcio, kalium, ferro, manganês, entre outros, e tem uma grande capacidade de absorção de células mortas, impurezas e excesso de oleosidade.

Image

O carvão de bambu em pó que eu uso no Black Soap é ultramicrofino. Por isso, a sua capacidade de absorção é ainda maior. A sensação pós-lavagem é de limpeza profunda, sem deixar a pele ressecada.

Image

A fragrância desse sabonete foi criada com uma sinergia de puros óleos essenciais de cedro atlas, ylang ylang e laranja doce. O aroma resultante é amadeirado e doce, exótico. Ele é, como um todo, um sabonete bem exótico, pela sua cor e seu aroma, acho que é por isso que faz tanto sucesso. Mas também porque ele realmente é eficiente para purificar a pele e ainda deixá-la sedosa, com uma sensação de maciez. A sua espuma é cinza, por isso, tem gente que o rejeita. É o sabonete do tipo “ame-o ou deixe-o” 😀

Image

Sal de Aguni

Que eu sou louca por sais gourmets e exóticos, acho que quem já leu esse blog algumas vezes já sabe. E que eu uso esses sais não só para temperar minha comida mas igualmente para fazer sabonetes, também não é nenhuma novidade. E se eu passei minhas últimas férias no Japão, era mais do que óbvio que eu iria trazer alguns sais especiais de lá.

Sim, essa é a resposta do post anterior. É um sal. Sal de Aguni. Aguni é uma ilha em Okinawa, a região mais ao sul do Japão. É uma região formada por várias ilhas e é praticamente um outro país, com uma cultura bem distinta. E efetivamente até pouco tempo atrás (século XIX), era um outro país, um reinado, chamado Ryukyu.

Esse é um sal muito especial, desenvolvido por três estudiosos após 20 anos de pesquisa em busca do sal perfeito. Repleto de minerais como magnésio, cálcio, potássio, ferro e fósforo, é produzido a partir da água do mar de cor de esmeralda de Okinawa. Primeiro a umidade é retirada por evaporação com o vento e o calor do sol durante 10 dias, depois durante 30 horas num forno a lenha para depois passar por secagem durante mais 2 semanas, levando ao todo um mês inteiro para a produção. Exatamente o mesmo tempo que leva um sabonete da SACHI para ficar pronto 😀

IMG_5673

Esse, realmente, é um sal feito com kodawari. Não consigo pensar numa tradução exata dessa palavra para o Português, mas é algo como “sem concessões”. Assim como é o sabonete da SACHI 😀

Como ele não passa por nenhum processo de refino, é um sal mais úmido naturalmente e ainda por cima absorve a umidade do ar por causa da grande proporção de cloreto de magnésio contido nele. Sais marinhos de boa qualidade são assim, úmidos.

Ao elaborar o sabonete que faria com esse sal tão especial, pensei em algo refrescante, mas também não masculino demais. Assim criei uma sinergia de óleos essenciais de eucalipto e de lavanda.

IMG_5675

Usei azeite de oliva extra virgem, um dos melhores óleos para se fazer sabonetes.  Ele contribui para que o sabonete fique suave e hidratante.

IMG_5676

Abaixo é a combinação de todos os óleos já saponificados.

IMG_5678

Ficou uma massa perfeita, cremosa e homogênea, com um aroma de limpeza refrescante. Aliás, lavanda vem da palavra lavare, em Latim.

IMG_5683 IMG_5682 IMG_5680

A produção foi no dia 16/02. No dia seguinte, foi desenformado e cortado em barras. Agora as barras estão descansando no escuro para ficarem mais duras na consistência e mais suaves para a pele. Ficam prontas por volta do dia 16 de março. Quem se interessar para comprar, espero a sua visita lá na loja online. Esse é um sabonete que promete esgotar bem rápido, como foi com o Sal da Mongólia. É edição limitadíssima, pois só trouxe um saquinho desse sal 😉

IMG_5684 IMG_5691

Black Soap da SACHI no blog Projeto Beleza Saudável

Olha que ótima resenha do Black Soap que a Yumi do blog Projeto Beleza Saudável escreveu.

Image