soap #25 Capim-limão • 2

Fiz uma infusão de chá de capim-limão no azeite de oliva extra virgem e deixei macerando durante muito tempo, acho que foi mais de um mês. Os óleos infusos precisam ficar num vidro que possa ser hermeticamente fechado e serem observados todos os dias, para ver se está tudo bem (se o óleo ficar turvo, é sinal de que há algo errado, muito provavelmente, mofo). Dar uma chacoalhada no vidro todos os dias também ajuda. O vidro precisa ficar num lugar escuro e fresco. Essa é uma maneira de transferir para o óleo as propriedades lipossolúveis da erva. Eu adoro fazer esses óleos infusos. De vez em quando faço de camomila para usar como hidratante. Mas eu faço muito mesmo de tudo quanto é erva que encontro para transformar em sabonetes.

Depois de deixar de 2 semanas a 1 mês (as vezes eu acabo deixando meses, sem querer) em infusão, o óleo precisa ser coado.

O óleo coado fica com um verde mais intenso, pois absorveu a clorofila da erva.

Esse azeite com algumas propriedades do capim-limão foi para a panela de fazer sabonete. Capim-limão é tido como adstringente e benéfico para peles oleosas. O seu aroma tem o efeito de liberar a raiva e as emoções contidas, segundo indicações da aromaterapia. É um aroma delicioso! Eu adoro o chá feito com capim-limão fresco e fica muito bom também na culinária, só que nesse caso são as partes brancas perto da raíz, que são usadas.

Como o aroma do chá de capim-limão não se manifestou muito no óleo infuso, aromatizei o sabonete com óleos essenciais de capim-limão e de ho wood. O ho wood entrou mais como fixador, pois o óleo essencial de capim-limão é bastante volátil.

Produção: 22/03/2011

Liberado para uso: 20/04/2011

Ingredientes

  1. infusão de capim-limão no azeite de oliva extra virgem
  2. óleo de coco
  3. óleo de palma orgânico & kosher
  4. manteiga de cupuaçu orgânica
  5. NaOH
  6. água desmineralizada
  7. OE capim-limão
  8. OE ho wood
  9. oleoresina de alecrim

Eu achei que os sabonetes iriam ficar mais verdes, mas o resultado final ficou mais para o amarelo palha. O aroma é delicioso e como contem manteiga de cupuaçu, ficou super hidratante e com uma espuma muito cremosa!

Você pode adquirir esse sabonete aqui.

Anúncios

2 Respostas para “soap #25 Capim-limão • 2

  1. Bem haja Sachi! Estou no meu início de actividade nas cosméticas naturais e estou deliciada com seu blog! Antes fazia apenas para consumo próprio…agora estou a começar a expandir! Aliás minha história é muito semelhante à sua – quanto à tomada de consciência e mudança de escolhas (de consumo)! Espero poder partilhar consigo experiências, pois minha produção limitava-se às materias primas portuguesas (minha origem) e agora que me encontro no Brasil, a oferta em termos de óleos vegetais e manteigas é bem maior, são produtos que gostaria de vir a explorar com sua ajuda, se possível!!
    Já agora, aproveito para fazer a observação:
    Infusão – é quando se pretende que os princípios activos de uma planta passem para água. Fervendo a água previamente e colocando a planta uns minutos mergulhada.
    Maceração – é deixar a planta num líquido condutor, em váquo, por tempo a determinar consoante a concentração que se pretende. 😉
    obrigada por seu inspirador trabalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s