soap #3 aloe verde

Data de produção: 14/02/2010

Data de liberação: 15/03/2010

A cada sabonete que eu produzo, aprendo algo novo! Dessa vez não foi diferente.

Resolvi usar uma argila verde que eu tinha aqui em casa para elaborar essa receita com aloe vera. A argila verde é muito boa para a pele oleosa por causa de sua capacidade de absorção e limpa profundamente a pele, agindo como um leve peeling natural. Eu faço de vez em quando uma máscara de argila verde misturada com água de rosas e realmente a pele fica incrível! Enquanto a máscara está secando no rosto, dá pra sentir muito bem a argila agindo, ela puxa a pele de tal maneira que dá até medo, mas depois que você tira a máscara, a pele está super macia. Segundo o site da Força da Terra, a argila verde ajuda também a amenizar as rugas. Bom né. Então, não tem como não incluir essa literalmente “força da terra” num sabonete. O aloe vera entra aí para ajudar a hidratar a pele ao mesmo tempo em que a argila faz o seu trabalho de limpeza profunda e peeling.

Definindo esses dois ingredientes, decidi que os óleos de base serão a santíssima trindade dos sabonetes, o óleo de babaçu (coco), o de palma e o azeite, na proporção de 4:3:3. A imagem desse sabonete é a cor verde e uma limpeza profunda, por isso  escolhi o óleo essencial de eucalipto, que achei que combina com essa imagem, além dos vários benefícios que ele tem como anti-séptico, cicatrizante e repelente de insetos. Acrescentei também o óleo essencial de litsea cubeba, já que este tem a função de tonificar a pele e ajuda a combater a acne e a pele oleosa, ajudando a argila verde nesse trabalho. Gostei muito da combinação desses dois óleos! Ficou incrível, o aroma.

Então a receita ficou assim.

  1. óleo de babaçu
  2. óleo de palma
  3. azeite extra-virgem
  4. água purificada
  5. soda cáustica
  6. argila verde
  7. extrato de aloe vera
  8. óleo essencial de eucalipto staigeriana
  9. óleo essencial de litsea cubeba

Até elaborar a receita foi bem tranquilo e achei que ia ficar incrível. Na hora da produção é que aconteceu um desastre… Como eu já estava desconfiando que o mixer elétrico batia rápido demais a massa e que era muito fácil passar do ponto, primeiro eu comecei batendo com o fouet e fui alternando com o mixer, com cuidado, de olho na textura, mantendo ela lisa e uniforme. Estava ficando linda a massa, bem lisinha, com uma cor incrível de azeite leitoso. Quando apareceu um trace bem leve, adicionei o extrato de aloe vera, que é uma coisa bem líquida. Eu achei que aquilo iria deixar a massa mais rala e que teria que bater mais ainda para atingir novamente o leve trace. Por isso, em vez de ir devagar com o fouet, fui em frente com o mixer! Que grande erro! Até agora estava fazendo tudo certinho com cautela, ai, ai. De um liso e lindo creme, o negócio virou um pudinzão no mesmo instante! Aqui aprendi: toda vez que introduzo algum ingrediente desconhecido (nucna tinha colocado aloe vera num sabonete ainda), tenho que tomar o máximo de cuidado, ir sempre devagar. Bom, dali pra frente, foi só pânico. A massa foi ficando cada vez mais dura sozinha e ainda tinha que colocar os óleos essenciais e a argila, que iria endurecer mais ainda a massa… fui misturando tudo, as vezes aquecendo um pouco a panela pra ver se derretia, mas teve um momento que tive que falar pra massa, bom, chega, você vai entrar no molde assim mesmo, gosmenta e cheia de gomos, vamos ver no que dá.

Lembrei que tinha lido em algum lugar que assim que aparece o trace, o processo de saponificação vai avançando sozinho e assim a massa vai endurecendo mais lenta ou mais rapidamente, dependendo da combinação dos óleos, da temperatura e da quantidade da soda cáustica. Foi o que aconteceu com a minha massa, além do aloe vera ter feito aquilo. Mesmo que o extrato seja bem líquido, a característica original do aloe vera é gosmenta, por isso que em contato com a massa do sabonete, deve ter recuperado a sua forma original.

Foi pânico total e achei que ia ficar um sabonete totalmente estranho, mas resolvi esperar as 24 horas. Pela surpresa geral, não é que pode ter ficado incrível?

Quando abri o molde, fora o aspecto medonho, estava bem durinho. Quando tirei a barra do molde, parecia um bolo cuca, aquele bolo alemão!

A boa surpresa veio quando eu cortei os pedaços. A consistência de dentro estava incrível, bem lisa, apesar de ter algumas partes não tão uniformes na cor, e bem hidratada apesar de bem firme. Acho que os ingredientes estavam acertados, por isso deve ter feito o seu processo sozinho direitinho. Até as partes externas que ficaram meio vulcânicas, acabei gostando! Ficou fofo 😀

Fiquei bem feliz com o resutado final e surpresa com os acontecimentos. Não vejo a hora de, daqui a 4 semanas, poder usá-lo no banho e experimentar seus benefícios.

Anúncios

10 Respostas para “soap #3 aloe verde

  1. Pingback: Ensaboando « supasoap

  2. Fiz sabonete de argila verde , com oleo de copaiba que maravilhoso para pele oleosa e com acne!

  3. Pingback: soap #3 Aloe Vera & Argila Verde | versão 2 « supasoap

  4. Pingback: soap #3 Argila Verde & Aloe Vera • 3 | supasoap

  5. hahhaha achei mto engraçado, vc descreveu o panico do desconhecido fielmente, adoro pessoas q saberm descrever!

  6. Holá, sou da ilha da Madeira e gosto muito do seu blog. Há 6 meses aventurei-me a fazer sabonetes pelo mesmo processo e ainda tenho algumas dúvidas que gostaria ver esclarecidas, se for possível:
    – é possivel usar água de rosas (comprada nos supermercados) e usa-la como substituto da água /soda?
    – e é conveniente usar nos sabonetes os óleos ou essências que são usados na culinária?
    Obrigada!
    Lina

  7. Parece doce de mamão da roça feito em minas com rapadura…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s