Um sabonete brasileiro

Quando pensei em fazer sabonetes, eu quis desde o começo usar ingredientes brasileiros. Não necessariamente só brasileiros. Mas sempre que der e que fique uma boa combinação. É porque eu me interessei mesmo por sabonetes naturais depois do meu encontro com o sabonete de Aleppo. O Aleppo Soap já é bem difundido no Japão, mas é ainda totalmente desconhecido aqui no Brasil, eu acho. É um sabonete produzido na Síria, na região do mesmo nome. Dizem que é o sabonete mais antigo do mundo. Ele é realmente muito especial e é feito só com azeite e uma pequena quantidade de óleo de louro saponificados, sem nenhum corante ou aditivo. Ele é “curado” durante 1 ano antes de ser comercializado. O Aleppo Soap é incrível e é extremamente hidratante. Eu uso no corpo e no rosto.

Aleppo Soap

Daí uma vez eu quis importar esse sabonete para comercializá-lo aqui no Brasil. Até encontrei um fornecedor e tudo, mas a vida me levou para outros caminhos e não realizei esse plano. Depois eu pensei, aqui no Brasil a gente tem tantos óleos vegetais incríveis, tantos recursos naturais únicos, não seria muito mais incrível fazer o nosso próprio sabonete natural? O óleo de castanha do pará, por exemplo, só tem aqui não é? Tem tanta coisa que só existe aqui no Brasil que poderia virar ingrediente para um sabonete único não é? Daí que eu pensei em fazer um com esse óleo, combinando com açaí. Esse vai ser o meu próximo teste de sabonete.

Já elaborei mais ou menos a combinação, só falta alguns ajustes, mas em princípio vai ser o óleo de castanha do pará, óleo de babaçu, óleo de palma, manteiga de cacau, açaí e óleos essenciais de cravo e de gengibre. Falando assim, parece uma mistureba, mas tem todo um fundamento por trás dessa gororoba. O óleo de babaçu é para ter um sabonete duro, que produz muita espuma e tem uma boa capacidade de higienização. O de palma, também dá dureza ao sabonete e combinando com o de babaçu, produz um espuma com bolhas bem pequenas. Só que se for só esses dois óleos, o sabonete deixaria a pele um pouco ressecada, então precisa acrescentar um óleo emoliente e hidratante. E aí é que entra o óleo de castanha do pará e a manteiga de cacau. Escolhi a manteiga de cacau por ser um fruto da região do norte e nordeste do Brasil também. O açaí, é para reforçar o caráter brasileiro e único e os óleos essenciais, eu escolhi os que fossem estimulantes para combinar com o açaí, que é bem energizante e que tivessem um benefício para a pele. Testes são pra testar não é? Então eu vou me jogar!

Eu, que não sou muito de me ligar nessa coisa de se é bem brasileiro ou não, vou aproveitar essa minha nova vontade para experimentar momentos e sensações novos 🙂

Anúncios

3 Respostas para “Um sabonete brasileiro

  1. Oi, ouvi falar de oleo de prcaxi,que dizem que faz maravilhas na pele,que ele e rico em acido behenico,mais palavra acido me deixa um pouco com um pe atras o que esse acido behenico pode trazer de beneficio a nossa pele????

  2. Pingback: soap #15 Oliva Bio 72% « supasoap

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s